quarta-feira, 12 de setembro de 2012

dark shadows - parte 3


- quem é aquele? - perguntei baixinho para Justin

- aquele quem? - Ele perguntou olhando em volta da sala e depois parando o olhar em mim com a testa franzida, em sinal de confusão.

- aquele dali -apontei discretamente para as cortinas vermelho sangue. Agora eu conseguia ver perfeitamente o rosto do menino, era moreno, alto os olhos castanhos e a boca rosada.

- não tem ninguém ali Dem! - Justin disse

- claro que tem, olha direito e você vai ver! -ele olhou novamente e olhou de volta para mim com cara de merda- droga, esquece.

Me levantei da mesa irritada, será que nem aqui eu teria paz? nem no fim do mundo eu pararia de ver e escutar coisas inexistentes? Parei no meio do corredor quando senti um vento gelado soprando em minha nuca. Não, não, por favor não de novo! Me virei para trás e consegui ver apenas os olhos castanhos brilhando no escuro, o ar sumiu de meus pulmões e eu já não sabia mais como puxa-lo. Era desesperador. Vão em bora, vão em bora, vão embora. Eu repetia o mantra esperando que tudo voltasse ao normal.

- Durma com os anjos, pequena Dem. -uma voz sussurrou tão baixo que eu quase não ouvi, e então tudo voltou ao normal.

Fui correndo até meu novo quarto e me enfiei de baixo das cobertas deixando a luz acesa, seria uma longa noite....

♫ ♪  


- Não faça isso meu filho. - a mulher disse chorosa

- tarde de mais - o dono dos olhos castanhos sorriu, de um jeito feliz...como a anos e anos não fazia.

- Ela já tem problemas de mais Joe, você sabe disso, não piore a vida da pequena Demi. - implorou Denise.

- Eu a entendo, eu sei o que ela sente porque eu já senti mãe! Eu vou ajuda-la! -ele sorriu, os olhos brilhavam.

- Joe por favor, me prometa que não chegara perto dela, ela não é pra você isso nunca vai acontecer e você sabe disso. - ela disse segurando as duas mãos do menino e o olhando nos olhos, implorando.

- Não prometo coisas que eu não cumpro -ele fez uma careta que se fosse outro momento, Denise ate daria risada- Eu quero ficar perto dela, e eu vou! -dizendo isso ele sumiu deixando sua mãe parada na cozinha, com a expressão de puro desespero.

♫ ♪  

- Demetria, acorde! - Miley gritou da porta do meu quarto

- o que foi? - resmunguei, estava babando de sono. Não dormi a noite inteirinha.

- você tem aula branquela. Anda logo antes que nos atrasemos - Miley disse dando uma ultima batida na porta e depois sumindo pelo corredor.

Me arrastei para fora da cama e fui ate o banheiro, lavei o rosto e me olhei no espelho. Minha pele palida, meus olhos castanhos antes brilhantes e agora foscos, a boca vermelha e meu cabelo longo preto e liso ainda continuavam ali, eu ainda continuava a mesma e nada mudaria. As coisas nunca mudavam na minha vida, e quando mudavam, era pra pior.
Resolvi que minha cota de me auto criticar já tinha esgotado por hoje e sai até o armario colocando uma roupa* qualquer, camiseta, calça jeans, all satr e só hoje, porque eu queria causar uma boa impressão meu chapéu favorito. Peguei minha mochila e sai correndo pelas escadas encontrando Justin, Miley, Maddie e Dallas paradas na enorme porta da casa.

- uh, que gata! - Justin disse assoviando 

- me pega - Miley disse mordendo a boca

- ignora eles, Demi. Tudo problematico - Dallas disse rindo e abrindo a porta.

Dallas foi em um carro com Maddie pois a deixaria na escolinha e depois iria para a faculdade. E eu e Miley fomos no carro de Justin.

-chegamos - Miley bateu palmas mais logo parou enfiando o dedo na boca como se fosse vomitar me fazendo rir.

- sua porca do caralho - Justin fez careta- não faz esse tipo de coisa no meu carro.

- cala a boca jujuba - Miley revirou os olhos abrindo a porta

- jujuba é a mãe - Justin gritou vermelho de raiva

-quando quiser provoca-lo, chame ele de jujuba -Miley cochichou pra mim enquanto Justin vinha resmungando atrás.

A escola parecia um castelo, me lembrava hogwarts o que me deixava bem feliz já que eu amava Harry Potter. Era normal, as pessoas eram quietas nada de gritaria ou conversas altas, pra falar a verdade, era bem estranho não tinha nada de normal, aquelas pessoas eram tão mórbidas.

- vem vou te apresentar meu namorado e as meninas - Miley disse animada

- que dó de você Demi. -Justin disse rindo 

- também estou com dó de mim - ela fez biquinho

- JOE, JOE, JOE. DIOUIIIIIIIIII!!!!!! - Miley gritou para alguém, finalmente alguém gritava naquela escola.

- oi Miles - a voz rouca, baixa e aveludada disse

- você sumiu ontem cara, nem conheceu a Demi - Justin disse, eu nem prestava atenção na conversa estava olhando em volta, observando as pessoas.

- mais agora vai conhecer - ouvi Miley dizer e me cutucar - Demi esse é o Joe, filho da Denise. Joe essa é a Demi minha prima que vai morar lá em casa agora - Miley disse sorridente quando eu reparei realmente no garoto o ar sumiu novamente de meus pulmões, meu coração estava acelerado, a boca aberta e os olhos provavelmente arregalados.

- oi, é um prazer conhece-la...pequena Lovato. -Ele sorriu abertamente mostrando todos os dentes branquinhos e perfeitamente alinhados.

Os olhos castanhos brilhantes me encaravam, não, não podia ser. Era algum tipo de brincadeira não?


C O N T I N U A . . .


Olá xuxus, tudo bem com vocês?
mil desculpas pela demora meninas, é que eu fiquei sem internet e foi mó rolo mais enfim, estou de volta muahahahaha.
Espero que tenham gostado da parte 3. COMENTEM MUITO PARA A PROXIMA PARTE OK? se não nada de fic pra vocês rum u_u

Outra coisa, TEM UMA MINI-FIC NOVA CHEGANDO PRA VOCÊS Ê Ê Ê
com parceria fodastica de uma japa, se quiserem saber mais entrem aqui 


 E quando esse post ai tiver com QUARENTA comentarios a gente vai postar a mini fic ok?

love ya'll
xx, fer.